Supermercados de Xanxerê abrem caminho para cidades ambientalmente corretas.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Supermercados de Xanxerê abrem caminho para cidades ambientalmente corretas.

Mensagem  Daniel em Qua Ago 12, 2009 9:43 am

Em setembro de 2008 em uma reunião entre os supermercadistas da cidade de Xanxerê surgiu a idéia de dar um novo rumo a visão dos consumidores sobre a conservação do nosso meio ambiente. A idéia foi retirada de e-mails sobre o comportamento de outros países de não mais distribuir sacolas plásticas para começar e conscientizar o consumidor.

Como foi aceitação da maioria primeiramente foi desenvolvido panfletos para serem distribuídos a todas as pessoas da cidade falando sobre os malefícios que causamos ao meio ambiente com o uso abusivo de plásticos descartáveis, deixando claro que no município que tem apenas 40 mil habitantes são descartadas mais de 1 milhão de sacolas plásticas mensalmente sendo que as mesmas não são recicladas devido ao auto custo do processo. Esta ação durou de outubro de 2008 até março de 2009.

Como a idéia teve uma boa percussão então começaram a buscar parcerias. Primeiramente foi buscado apoio na prefeitura a qual ficou muito interessada no projeto e prontificou-se a estar junto nele e viabilizou novos parceiros que também poderiam fazer parte do processo. Após o lançamento do projeto aconteceu uma reunião no PROCON para esclarecer dúvidas.

No próximo passo a promotoria marcou audiência na câmara de vereadores com o intuito de debater com a comunidade os motivos e traçar os ajustes necessários ao projeto, e definitivamente com o apoio de todos os presentes concretizou e deu firmeza ao projeto.

Então levantaram alguns dados importantes como:

Usar sacolas Oxido biodegradável ou Retornáveis?

 Oxido Biodegradavel: Sacolas oxidobiodegradáveis são produzidas de polietileno convencional e recebem uma adição de produto químico que vai ressecar a sacola em poucos meses, fazendo as mesmas se esfarelar, transformando em pequenas partículas que continuam no ambiente, que podem ser ingeridas ou inaladas, causando malefícios à saúde. Então não chegaria no objetivo da campanha.

 Retornáveis: Desenvolver sacolas não plásticas que pudessem ser reutilizadas por um longo período e quando descartadas são mais fáceis de serem recicladas.


No final da discussão foi eleita a segunda opção para fazer parte da campanha.

Então em março de 2009 começou um trabalho forte em conscientização que vinha desde palestras e trabalhos escolares, uso de mídia televisiva e em rádios, entrevistas e debates sobre o assunto. Então em 1 de abril de 2009 a campanha teve seu início. Não são mais distribuídas sacolas gratuitamente em Xanxerê, as pessoas podem usar sacolas, cestas ou qualquer forma que achar viável para acomodar suas compras, além de poder comprar as sacolas retornáveis que são vendidas a preço de custo e igual em todos os supermercados. As sacolas convencionais que tinham antes ainda existem mas para incentivar o não uso o consumidor tem que comprá-las pagando um custo de R$0,50 a cada 5 unidades.

Como resultado temos uma diminuição de 90% do uso de sacolas plásticas, Antes seria mais que 1 milhão de sacolas no meio ambiente hoje são descartadas menos de 100 mil, pois mesmo as que são compradas ainda são reutilizadas. Olhando mensalmente pode não parecer um número tão grande, mas se pensarmos que nestes 40 anos que utilizamos a sacola plástica no supermercado que estão enterradas em algum local da nossa cidade é bem mais expressivo e se continuássemos com essa prática seria um numero extraordinariamente maior, pois o plástico demora de 100 a 400 anos para de degradar.

"Cerca de 200 diferentes espécies de vida marinha, incluindo baleias, golfinhos, focas e tartarugas morrem ingerindo sacos plásticos" http://mundoquente.com.br/artigos/sacos_plasticos.htm
“Um material assim, tão difícil de eliminar, é problema certo para o meio ambiente, uma vez que os custos para se reciclar essas sacolas superam os custos da produção. Se queimados, liberam dioxina, um supertóxico que provoca câncer e outras enfermidades.”
http://mundoquente.com.br/artigos/sacos_plasticos.htm

“A poluição dos rios e enseadas já é detectada em 38% das cidades brasileiras”
http://www.ibge.gov.br/home/presidencia/noticias/noticia_visualiza.php?id_noticia=363&id_pagina=1
“Inundações, deslizamentos de encostas, secas e erosão são os desastres ambientais mais comuns no Brasil: 41% das cidades do País foram atingidas por pelo menos um deles,” http://www.ibge.gov.br/home/presidencia/noticias/noticia_visualiza.php?id_noticia=363&id_pagina=1

Autor: Daniel N. Marció

Daniel
Profissional
Profissional

Mensagens : 83
Data de inscrição : 05/11/2008
Idade : 29

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum