Todos reclamam do desemprego, mas achar os talentos está difícil

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Todos reclamam do desemprego, mas achar os talentos está difícil

Mensagem  André em Sab Set 12, 2009 10:12 am

Por Fábio Bandeira de Mello

Cerca de 30% dos empregadores em todo o mundo têm dificuldade de encontrar candidatos qualificados em áreas específicas. Este é o resultado da pesquisa realizada mundialmente pela Manpower para vagas de trabalho. A pesquisa indica que, depois da crise, esta é uma das grandes preocupações dos dirigentes das empresas no enfrentamento com a concorrência.

A Pesquisa aponta respostas já identificadas em 2008, o que demonstra que o panorama continua o mesmo. Foram consultados 39 mil empregadores de 33 países para avaliar a capacidade de se encontrar o talento de que necessitam.

“Nos momentos de crise, as empresas precisam repensar suas estratégias e atitudes, realizando mais com menos recursos. Nesse contexto, o papel dos talentos se torna ainda mais importante e as empresas procuram cada vez mais aqueles que trazem para o empregador os melhores resultados.”, afirma a country manager da Right para América Latina, Elaine Saad.

Dentro do resultado levantado, a procura de profissionais mais talentosos está nas seguintes áreas:

1. Mão de Obra Especializada
2. Representantes de Vendas
3. Técnicos
4. Engenheiros
5. Pessoal Administrativo/Executivos
6. Pessoal de Contabilidade & Finanças
7. Mão de Obra Não Especializada
8. Operadores de Produção
9. Assistentes Administrativos / Pessoais
10. Motoristas

A Pesquisa

Os empregadores com maior dificuldade de encontrar as pessoas certas para preencher posições localizam-se na Romênia (62%), Taiwan (62%), Peru (56%), Japão (55%), Austrália (49%), Costa Rica (48%) e Polônia (48%). A escassez de talentos parece menos problemática na Irlanda (5%), Espanha (8%), Reino Unido (11%), China (15%) e República Checa (17%).
Em comparação com 2008, empregadores mencionam que a escassez de talentos é consideravelmente menos invasiva em Hong Kong (queda de 24 pontos porcentuais), Noruega (queda de 21 pontos porcentuais), República Checa e Cingapura (em cada uma, queda de 20 pontos porcentuais) e Espanha (queda de 19 pontos porcentuais).

Américas

Nas Américas, a pesquisa mostra que 36% dos empregadores da região encontram dificuldades para preencher posições devido à falta de talento adequado nos respectivos mercados. Trata-se de um aumento de oito pontos porcentuais em comparação com a pesquisa de 2008, sendo seis pontos porcentuais superior à média global.

As vagas para técnicos são as mais difíceis de serem preenchidas nas Américas pelo segundo ano consecutivo. Depois de não aparecer entre as 10 principais posições mais difíceis de preencher na pesquisa de 2008, os empregadores classificaram as posições de Contabilidade & Finanças em terceiro lugar

A Dificuldade

As estratégias de administração de talentos não são mais um modelo único aplicável a qualquer circunstância, afirmou Jeffrey A. Joerres, presidente do conselho e diretor presidente (CEO) da Manpower Inc. Para ele, os empregadores necessitam rever seu processo de administração de talentos para se concentrar em novas qualidades como liderança e flexibilidade pessoal, inclusive para trabalhar em outros países.

"À medida que a falta de talentos se acentua, o treinamento e desenvolvimento serão fundamentais para os empregadores manterem e melhorar os talentos de que dispõem. Esta baixa demonstra como uma estratégia ágil para a força de trabalho é necessária para atrair e reter o talento de que uma empresa precisa para atingir sua estratégia de negócios", acrescentou Joerres.

FONTE: http://www.administradores.com.br/noticias/todos_reclamam_do_desemprego_mas_achar_os_talentos_esta_dificil/25799/

André
Veterano
Veterano

Mensagens : 141
Data de inscrição : 04/11/2008
Idade : 33

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum